ENEF 2014

O XXXVII Encontro Nacional de Estudantes de Farmácia foi realizado na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais.

Tema:

 “MOVIMENTO ESTUDANTIL DE FARMÁCIA EM LUTA: SAÚDE E EDUCAÇÃO COMO INSTRUMENTOS DE TRANSFORMAÇÃO”

Eixos:

Eixo I – Resgate do papel dos Movimentos Sociais: 30 anos de redemocratização e novas perspectivas.

Este eixo pretende analisar criticamente o panorama da realidade brasileira, abordando o papel dos Movimentos Sociais a partir da ditadura militar até o processo de redemocratização do país, a ascensão destes na década de 90”, sua despolitização nos anos 2000, chegando nas recentes jornadas de Junho e Julho de 2013. 2014 é um ano de grande relevância para conscientização e despertar político e social do cidadão.

Eixo II – Sem educação libertadora, o sonho do oprimido é se tornar o opressor.

Este eixo abordará a importância da educação como instrumento transformador da sociedade e aspectos que são libertadores para o indivíduo, analisando também a importância de uma educação básica de qualidade, inserida no contexto de uma educação libertária. Deverá problematizar o modelo de inserção da universidade na sociedade, abordando o conceito de universidade popular como meio de se discutir o acesso à universidade, a permanência estudantil, formação crítica, análise sobre o atual modelo de ensino, pesquisa e extensão, a invisibilidade de minorias e o estudante como sujeito ativo do processo de aprendizagem, levando em consideração suas questões sociais, experiências e cultura. Deverá fazer um histórico sobre o processo de inserção das forças militares na universidade e a necessidade de sua retirada desse ambiente.

Eixo III – O farmacêutico na luta por direitos sociais: poder para o povo!

Este espaço deve ser dividido em três momentos. Inicialmente deve-se abordar o conceito de determinação social do processo saúde-doença individual e coletivo e comentar a importância da consolidação de direitos sociais (democratização da mídia, transporte gratuito, acesso à moradia e alimentação de qualidade, direito irrestrito à união de pessoas, autonomia sobre seu corpo, serviços de saúde, acesso à educação, entre outros) que são aspectos essenciais à saúde. Um segundo momento deve desconstruir a ideia de farmacêutico como profissional restrito ao medicamento, apontando a necessidade deste profissional se atentar às questões sociais para intervir na promoção e recuperação da saúde. O terceiro momento deve enfatizar a luta pela participação popular como instrumento para a garantia da efetivação e consolidação destes direitos, destacando a necessidade de se pautar os princípios defendidos pelo Movimento de Reforma Sanitária e ocupar os órgãos de Controle Social institucionais e se inserir nos movimentos e organizações que defendem e lutam para conquistar poder para o povo.

Data:

27 de julho a 3 de agosto de 2014

Escola Sede:

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Convocatória do ENEF:

https://docs.google.com/file/d/0B53vIo5I9vYHLUFmWUxCclBYNDA/

Site:

Blog: http://enef2014bh.wix.com/xxxviienef

Página no Facebook: https://www.facebook.com/enef2014?fref=ts

ENEF BH 2014

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s